Miró

Está sempre à procura de novos materiais…

Eu não procuro; estas coisas atraem-me; vêm ter comigo. [Aproxima-se de uma mesa cheia de manchas.] Por exemplo, eu sirvo-me desta mesa para pousar os meus pincéis. Fatalmente, à medida que vai ficando mais suja, inspira-me: um belo dia estas manchas negras transformar-se-ão em qualquer coisa. É um choque. Mas são necessários choques na vida.


Miró, Esta é a cor dos meus Sonhos
Conversas com Georges Raillard

tradução de José Mário Silva
90 Graus Editora

~ por salamandrine em Março 15, 2009.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: