a doença

página a página, vejo-me obrigada a enfrentar a aproximação do fim do universo Shandyano, dos amores do Tio Toby com a viúva Wadman, a circuncisão pela janela, a doce Jenny, os humores de Walter Shandy e sua casta esposa. depois de quase dois meses de loucura, entra em mim a doença do próximo livro. é difícil sair daqui e aceitar uma vida nova; sinto-me em casa e o cérebro rejeita a ideia de me mudar para outro lado.


(a obsessão com o Bunny Munro também não está a ajudar. qualquer comparação com a vontade de o ter nas mãos, peca por defeito.)

não sei o que fazer à minha vida. mesmo ao relanti, não consigo aguentar o Shandy até ao fim da semana.

Anúncios

~ por salamandrine em Agosto 25, 2009.

Uma resposta to “a doença”

  1. entendo-te :)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: