Domingo

No Café do Chiado miúdas de 20 anos planeiam 6 meses de férias no Laos ou Vietnam. Outra prefere 3 meses no Perú. São as Nouveau-Freaks.

No S.Luiz mulheres que estranham Pirandello e a encenação. Fico sem perceber se gostaram da peça ou se apenas as deixou baralhadas.

À saída do teatro a campanha autárquica dos amigos dos pobres faz-se de Porsche e Mercedes descapotável. Buzinas, Betos & Bandeiras. Concorrem com a campanha do MICA, de cartazes colados em tractor de camião TIR e kuduro aos berros, que por estes dias me tem enchido as medidas.

No metro (que chega a cheirar a água estagnada, e me faz pensar no escafandro no Terreiro do Paço), um casal faz da carruagem quase vazia, estúdio fotográfico. Ela faz boquinhas e caretas, ele flasha. Depois ele corre para ir buscar a máquina e atira-se em voo para o banco nas minhas costas. Entretenho-me a meter o livro no enquadramento e a estragar-lhe as fotos. Desistem. Queixam-se em voz alta da “personagem figurante”.

À chegada, a Lua Cheia.

Anúncios

~ por salamandrine em Outubro 4, 2009.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: