Documentary and Art

Some artists and critics believed, and many still do, that documentary’s instrumental purpose disqualifies it as art. Lange refused this dichotomy. She harbored no doubts about the compatibility of beauty and a concern for justice, or about her ability fuse them. “I believe that what we call beautiful is generally a by-product. It happens when the thing is done very, very well.”


Linda Gordon,
Dorothea Lange, A life beyond limits

Anúncios

~ por salamandrine em Dezembro 5, 2009.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: