tão mau como arenque fumado

Os seus olhos seguiram a elevada figura vestida de tecido feito em casa, barba e bicicleta, mulher ao lado. A sair dos vegetarianos. Só legumes e frutas. Não se come um bife. Se comesses, os olhos dessa vaca perseguir-te-iam por toda a eternidade. Dizem que é mais saudável. Vento e água e nada mais. Já experimentei. Põe o indivíduo a mexer o dia inteiro. É tão mau como arenque fumado. Sonhos toda a noite. Por que chama a isso que me deram, bife de noz? Nozarianos. Frutarianos. Para dar a ilusão de que se está a comer um um bife verdadeiro. Absurdo. Demasiadamente salgado. Cozinham com soda. Fazem com que um gajo passe a noite sentado junto à torneira.


James Joyce, Ulisses

tradução de João Palma-Ferreira
Livros do Brasil

com dedicatória :D

Anúncios

~ por salamandrine em Outubro 19, 2010.

2 Respostas to “tão mau como arenque fumado”

  1. aaaaaaaaaaaaaah :) joyce knew better

  2. vai comer um bife, vai :P

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: