Escuridão

escuridão

Fechado em mim mesmo,
sem portas de entrada ou saída.

O homem que evita a sua sombra
persegue um impossível.

E aquele que foge
dá menos importância ao que leva consigo
do que ao que deixa para trás.

Aceito-me como sou.

A escuridão fecha-se como um muro
e não há portas de entrada ou de saída.

Quem pensa em mim
agora?


Josep M. Rodriguez

traduzido por Manuel de Freitas

A Caixa Negra
Averno

Anúncios

~ por salamandrine em Outubro 30, 2010.

Uma resposta to “Escuridão”

  1. sempre hay algún distraído

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: