( )

não. lamento, mas não posso fingir todos os dias que tenho todo o tempo do mundo. não tenho. posso fingir que tenho todo o tempo do mundo quando não tenho que pensar que segunda-feira todo o tempo do mundo pertence ao patrão que me paga um ordenado para eu poder continuar a fingir (de maneira cada vez mais limitada) que ainda mando no meu tempo. e em mim.

hoje posso fingir que mando em mim e que tenho todo o tempo do mundo. que as horas são minhas, que posso ler até cair para o lado, arrumar livros, limpar arestas ou, pasme-se, até cozinhar.

hoje, todo o tempo do mundo é meu. e sou eu quem manda.

e se alguém aproveitar isto para uma canção do rui veloso, temos merda.

Anúncios

~ por salamandrine em Setembro 22, 2012.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: